Ao verem essas simples folhinhas decorando pratos e sucos , poucas pessoas imaginam que elas podem trazer muitos benefícios para o corpo, aqui você saberá como a Hortelã pode ajudar na manutenção da saúde do seu corpo.

Esta planta de folhas aveludadas, conhecida cientificamente como Menthapiperita  e popularmente conhecida como Menta ou Hortelã-pimenta, traz em suas folhas e flores propriedades antiespasmódicas, carminativas, estomáquicas, estimulantes, tônicas, antissépticas, anestésicas, vermífugas, calmantes e muito mais, incontáveis propriedades que auxiliam no bom desenvolvimento e manutenção da nossa saúde corporal e bem estar.

Além destas propriedades, as folhas da hortelã são ricas em vitaminas como a A, B e C, sais minerais como ferro, cálcio e potássio. Quem poderia imaginar que uma simples folhinha poderia ter tanto a oferecer?

 

A planta é utilizada principalmente para o tratamento de atonia das vias digestivas, timpanite (principalmente a que possui causa nervosa), cálculos renais, problemas de flatulência, cólicas, vômitos,  icterícia e dismenorreia, além de outros incontáveis problemas, sendo muito eficaz no tratamento delas, tão eficaz que até faz parte das fórmulas de diversos remédios encontrados nas farmácias, principalmente em remédios expectorante, isto porque a hortelã favorece a expectoração do catarro das mucosas e ainda inibe a formação de mais fluidos e ainda ajuda a aliviar os sintomas da doença.

Usos de hortela na medicina

 Principais usos:

Para cada fim há um uso diferente, a forma como a hortelã será manuseada, tratada e utilizada vai depender de qual será o seu uso. Um dos mais comuns é para picadas de inseto em crianças, ao amassar as folhas da hortelã e aplicá-las sobre a picada, ajudará a aliviar a dor e diminuir o inchaço. Tal método também pode ajudar no alívio de dores nas juntas e de cabeça.

Dores abdominais podem ser aliviadas com a ingestão de leite quente com algumas folhas de hortelã misturadas a ele.

Já o chá das folhas de hortelã é altamente eficaz na eliminação de vermes intestinais em crianças. Mães que estão amamentando também podem usar o chá para auxiliar no aumento da secreção de leite. Outros problemas que podem ser aliviados com o chá são os gases, cólicas, gripes e resfriados, além de contribuir para o aumento e circulação da bílis. Por ter grande poder digestivo, o chá é uma ótima opção para se tomar após as refeições, principalmente para quem sofre com dores estomacais e ao ser ingerido de forma concentrada, o chá pode ajudar a aliviar cólicas menstruais.

 

Além do chá existe outra receita que também pode ser utilizada para acabar com os vermes:

Misture duas colheres de sopa de sumo de hortelã com duas colheres de sopa de mel. A mistura deve ser ingerida em jejum durante 15 dias, faça um intervalo de 10 dias e em seguida volte a tomá-la.

Para gripes e resfriados a melhor opção é a infusão da hortelã. Para fazer a infusão são necessários 3g de folhas de hortelã, que devem ser mergulhadas em 100ml de água fervente. Deixe as folhas submersas na água dentro de uma panela tampada por cinco minutos, em seguida a solução estará pronta para o consumo.

Outro uso para a hortelã é em formato de óleo, para fazê-lo pegue um punhado generoso de folhas e flores de hortelã, amasse tudo junto e coloque em um recipiente com azeite, deixe a mistura descansar por quatro dias, depois deste tempo o óleo já estará pronto para o uso. Este óleo medicinal pode ser utilizado no tratamento de áreas que sofreram algum tipo de pancada ou que estão inchadas, para pessoas resfriadas o ideal é massagear o peito, costas ou então aplicar o óleo na área da garganta.

A hortelã é altamente utilizada na aromaterapia para o aumento da confiança, inibição de pensamentos negativos, medo e egoísmo.  Contudo, alguns efeitos colaterais podem acontecer se for usado em grande quantidade em crianças e lactantes, sendo a dispneia e a asfixia os principais problemas.